Vítor Santos

Vítor Santos (1964) nasceu em Lisboa, onde viveu até aos 7 anos, idade com que saiu de Portugal para ir ter com a família que se tinha estabelecido em Dudelange, cidade no Luxemburgo. Depois de uma passagem pela construção civil, o pai trabalhou sempre numa fábrica de autocaravanas, assim como a mãe. Fez todo o seu percurso académico e profissional no Luxemburgo, uma vez que os pais não tinham qualquer intenção de regressar a Portugal. Relembra as dificuldades dos primeiros momentos de integração e o choque cultural, mas vê nesse período a razão para um envolvimento ativa junto da comunidade portuguesa local, apoiando atividades culturais e órgãos de comunicação que promovam a integração das várias nacionalidades que se cruzam naquele território, honrando a memória de seu pai.

00:10 – Saída de Portugal

00:24 – Motivações para a saída de Portugal

02:08 – Passagem da fronteira

03:38 – Chegada ao Luxemburgo

04:51 – Percurso profissional do pai

10:32 – Integração na escola

13:11 – Chegada da família

16:39 – Condições de trabalho

17:58 – Carta de chamada

21:17 – Atividade profissional

23:30 – Comunidade em Dudelange

29:05 – Condições de vida em Dudelange

33:41 – Emigração italiana em Dudelange

37:38 – Academias do Bacalhau