Valdemar Lopes

Valdemar Lopes é natural da freguesia do Vau, tal como a sua família. Pesca e apanha marisco desde os 10 anos na Lagoa de Óbidos, tendo começado a trabalhar com o pai. A sua mãe era vendedora de peixe. Relata as várias espécies de peixe e marisco que existem, de acordo com as alturas do ano. É proprietário de uma das cabanas existentes junto à Lagoa, onde guarda os materiais de pesca. Tem memórias das casas antigas e dos tempos em que não existia eletricidade nem água canalizada na zona. Recorda a apanha de limos, em que o seu pai participava. Relata a diminuição de espécies de peixe e marisco na Lagoa.

0:00 – Margens da Lagoa

0:39 – Profundidades da Lagoa

0:57 – Pesca

1:14 – Barcos

1:25 – Alterações nas margens

1:55 – Horário da pesca

2:06 – Enguias

2:38 – Cabanas

4:40 – Construção de barracas

5:16 – Infância

5:54 – Condições de habitação

8:05 – Casamento

8:22 – Pai mariscador e pescador

9:34 – Mãe vendedora de peixe

10:13 – Início da vida laboral

11:12 – Agricultura e limos

12:44 – Trabalho da esposa

13:28 – Quantidade de espécies

13:57 – Ameijoas