Teresa Pereira

Teresa Pereira nasceu em Talhas, onde sempre morou. Os pais tinham uma taberna, onde também vendiam alimentos e tinham serviço de CTT. Teresa e todos os irmãos estudaram, tendo Teresa tirado o curso de Enfermagem. Viveu muito tempo no Porto, tendo, no entanto, voltado para a aldeia aquando da reforma. Mesmo vivendo fora, sempre se envolveu nas atividades da aldeia, principalmente na organização das festas tradicionais. Para ajudar o pai, quando era pequena, trabalhou na ceifa e na lavoura, embora a família nunca tenha passado dificuldades de maior. Para além disso, também ajudava os pais na taberna, no atendimento aos clientes. Recorda a produção de linho, que a mãe fazia anualmente, e na qual chegou a trabalhar, também. Relembra com nostalgia as tradições e os eventos tradicionais, como o Carnaval, ou a Páscoa.

0:00 – Informação biográfica

0:11 – Taberna dos pais

0:44 – Estudos

1:07 – Curso de Enfermagem

1:20 – Casamento

1:43 – Porto

2:07 – Retorno à aldeia

2:31 – Festas

2:53 – Construção da casa

3:25 – Participação em eventos da aldeia

3:48 – Condições de vida

4:52 – Educação

5:19 – Nascimento e parteiras

5:43 – Uso de plantas medicinais

6:40 – Habitação

8:08 – Matança

8:45 – Agricultura

9:01 – Ceifa

9:22 – Comércio da família (taberna)

9:58 – Mudanças na aldeia

11:00 – Frio e aquecimento a lenha

11:49 – Eletrificação

13:11 – Festas da aldeia

14:31 – Deslocações e mobilidade

15:25 – Matança do porco

16:01 – Linho

16:39 – Caretos e Pandorca

17:41 – Carnaval

18:47 – Natal

19:18 – Páscoa

20:11 – Jogos de Roda

20:19 – Músicas tradicionais

20:42 – Emigração

21:03 – Política e 25 de Abril de 1974

21:40 – Queijo

22:56 – Adubos

23:05 – Gastronomia

23:41 – Curso de Enfermagem

25:53 – Exercício de cuidados de saúde

26:04 – Ligação à aldeia

27:05 – Costura, bordados

27:34 – Abastecimento de água

28:21 – Hortas