Miguel Martins

Miguel Martins nasceu em Paris, filho de emigrantes em França, vindos de Paradela. Quando tinha 6 anos, veio viver com uma tia, na aldeia, tendo os seus pais continuado em França por mais um ano. Mais tarde, pais e filho mudaram-se para Miranda do Douro, onde já alguns familiares viviam. Recorda as diferenças no quotidiano entre Paris, Paradela e, depois, Miranda do Douro. Cumpriu a maior parte da sua escolaridade em Miranda do Douro, indo, depois, para Gaia, onde tirou o curso de Desenhador Projetista. Já adulto, começou a trabalhar no Liceu de Miranda do Douro, como Professor de Educação Visual. Mais tarde, tirou o curso de Paraquedismo, no Quartel Militar de Tancos. No Porto, concluiu a Licenciatura em Arquitetura. Considera que a saída da Aldeia lhe mostrou a verdadeira beleza e a importância do património da zona. É funcionário da Câmara Municipal de Miranda do Douro. Além disso, trabalha na Junta de Freguesia da União de Freguesias de Ifanes e Paradela, sendo, também, membro da Assembleia de Freguesia.

0:00 – Informação biográfica

0:30 – Emigração dos pais

0:57 – Mudança para Portugal

1:28 – Retorno dos pais

1:38 – Vida em Paradela

1:50 – Diferenças no quotidiano

3:03 – Gado

3:31 – Vida em Paris

6:52 – Trabalho dos pais

5:07 – Escolaridade

5:17 – Miranda do Douro

5:56 – Rodovia nacional

6:40 – Miranda do Douro

7:39 – Emigração

7:52 – Agricultura

8:36 – Escolaridade

10:32 – Serviço Militar

11:00 – Ensino de Educação Visual

11:25 – Curso de Paraquedismo

12:25 – Curso de Autocad

12:52 – Curso de Arquitetura

13:37 – Casamento e filha

15:36 – Diversidade no percurso

16:02 – Património da zona

17:07 – Projeto “Há Festa”

17:35 – Mirandês

18:09 – Abastecimento de água e seca

19:04 – Parque Natural do Douro Internacional

19:43 – Cargo político

21:11 – Aplicação de herbicidas e pesticidas

22:56 – Exercício político

28:51 – Novos moradores

29:48 – Envelhecimento populacional

30:51 – Comunidade e relações familiares entre emigrantes

32:53 – Emigrantes da aldeia – Festa do Emigrante

35:07 – Projeto “Há Festa”

37:38 – Ligação à aldeia