Maria Virgínia Costa

Maria Virgínia Costa é natural de Oliveira de Azeméis. O seu pai era marceneiro e a sua mãe, costureira. Formou-se no Porto, no Curso Comercial e, graças a bolsas de mérito, ingressou no Instituto Comercial, tendo sido a melhor aluna do país no curso de Contabilidade. Estagiou, de seguida, na EDP do Porto.
Em 1955, fez o curso de Pedagogia e tornou-se Professora, no Colégio Júlio Dinis, em Ovar.
Em 1957 começou a trabalhar na Oliva, como Assessora da Administração. Trabalhou durante 15 anos com o Engenheiro Gil da Silva. Aquando da compra da Oliva pela ITT, começou a trabalhar com a empresa, como ITT Senior Reporting Officer, com quem afirma ter aprendido muito.
Na sequência da Revolução de 25 de abril de 1974, descreve os processos de luta laboral na empresa e a consequente retirada da ITT da empresa. Descreve ao pormenor o processo de declínio financeiro da Oliva, com a subdivisão da empresa em vários núcleos empresariais, dos quais foi nomeada Revisora, e o abandono de algumas produções e a redução de outras.
Depois da falência da Oliva, fundou, em sociedade, a Santos, Carvalho, Silva e Costa, com colegas revisores, passando a exercer o cargo de Revisora para empresas independentes.
Maria Virgínia afirma ter sacrificado certos aspetos da sua vida pessoal pela empresa. No entanto, diz não se arrepender, descrevendo a vida na Oliva com afeto e saudades.

0:00​ – Informação biográfica
0:17​ – Família
1:16​ – Educação
2:27​ – Mudança para o Porto
3:08​ – Curso Comercial
3:51​ – Instituto Comercial
8:02​ – Estágio na EDP Porto
8:25​ – Pedagogia e ensino
9:37​ – Entrada na Oliva
11:23​ – Gestão da Oliva
12:24​ – Trabalho como Assessora da Administração
13:58​ – Venda à ITT
15:05​ – Trabalho com a nova administração
15:40​ – Fim da produção de máquinas de costura
18:46​ – Produção de torneiras
19:51​ – Saída da ITT
20:17​ – Casamento e trabalho
27:42​ – Trabalho com a administração original
28:26​ – Sacrifícios pessoais
28:56​ – Negócios próprios
30:16​ – Filhos e gestão familiar
32:03​ – Sacrifícios pessoais
33:10​ – Rigor do trabalho
35:22​ – Baixas e licença de maternidade
35:53​ – Sacrifícios pessoais
37:00​ – Horário de trabalho
38:01​ – Saída da ITT
38:35​ – Sector de tubos e gestão de mercado
47:22​ – Ética de trabalho
47:48​ – Trabalho e gestão familiar
49:57​ – Trabalho como Revisora
50:11​ – Saída da Oliva