Maria Rosa Gonçalves

Maria Rosa Gonçalves (1951) nasceu em Angola e veio para Portugal em 1975, com a independência. Estabeleceu-se temporariamente em Paradela, aldeia de origem do marido, mas as condições de vida difíceis levaram-nos a atravessar a fronteira para Espanha, clandestinamente, à procura de trabalho. O seu cunhado, que já se encontrava em Vitória, foi um apoio essencial à sua integração. Ali ficaram apenas quatro meses, sendo obrigados a regressar a Portugal para o nascimento da primeira filha. Os anos seguintes são marcados por vários regressos a Espanha, e por períodos variados, sempre que as condições de vida em Paradela assim os obrigavam. A permanência em Vitória foi muitas vezes feita em alternância com o marido, ou sozinha, consoante o contexto familiar, e trabalhando sempre na mesma casa.

00:49 – Vida em Angola

02:46 – Vinda para Portugal

04:04 – Ida para Espanha (1.ª vez)

04:47 – Passagem da fronteira

05:28 – Chegada a Vitória

11:28 – Regresso a Portugal

11:43 – Mudança para Lisboa

12:10 – Regresso a Paradela

12:40 – Ida para Espanha (2.ª vez)

14:21 – Regresso a Paradela

15:08 – Ida para Espanha (3.ª vez)

16:23 – Regresso a Paradela

17:16 – Ida para Espanha (4.ª vez)

18:27 – Ida para Espanha (5.ª vez)

18:35 – Mudança para Miranda