Lázaro Cordeiro

Lázaro Cordeiro é natural de Mogadouro, mas vive em Paradela. Começou a praticar contrabando, ainda muito cedo, recordando os confrontos com as autoridades portuguesa e espanhola. Só frequentou a escola durante o serviço militar, uma vez que, desde os 8 anos, trabalhou na agricultura, em quintas de patrões. Ainda emigrou para Espanha, onde recorda que as condições de vida eram melhores. No entanto, só lá viveu 5 anos. Dois dos seus filhos também emigraram, mas para França. Recorda o processo de produção de linho, na aldeia. Tem memória de vários espanhóis escondidos nas serras em redor da aldeia, durante os anos da Guerra Civil. Relata o uso de várias plantas para fins medicinais, como a erva-cidreira ou a amoreira da Índia.

0:00 – Informação biográfica

0:05 – Contrabando

0:51 – Infância

1:38 – Habitação

1:45 – Alimentação

2:02 – Serviço militar

2:32 – Neve

2:55 – Guerra Colonial

3:19 – Agricultura

3:37 – Estrume

3:49 – Trabalho em quintas

4:22 – Emigração

4:53 – Casamento

5:28 – Contrabando

5:35 – Linho

6:18 – GNR e contrabandistas

7:15 – Rio Douro e fronteira

7:46 – Minas

8:38 – PIDE

9:13 – Espanha

9:39 – Espanhóis fugitivos

13:44 – Guerra Colonial

14:20 – Ervas medicinais

16:43 – Relação com a aldeia