José Vaz da Silva

José Vaz da Silva (n. 1947) é natural de São João da Madeira. Começou a trabalhar aos 13 anos na Cortadoria Nacional do Pêlo, nos escritórios da administração. Por saber falar francês, ganhou importância na empresa, por poder comunicar com escritórios estrangeiros. Passou, depois, a acumular funções de contabilidade.

Na década de 1980 saíu da Cortadoria, abrindo um negócio familiar.

Recorda as mudanças ocorridas quer no mercado do sector chapeleiro, como dentro da própria Cortadoria. Refere a gerência da família Figueiredo, que considera exemplar.

0:00 – Informação biográfica

0:20 – Entrada na CNP

1:16 – Formação na fábrica

3:29 – Mecanização dos processos de contabilidade

3:55 – Presença de empresários estrangeiros

4:30 – Saída da CNP

6:01 – Máquinas no processo de fabrico

7:47 – Especialização da CNP e da FEPSA

8:30 – Crise do sector chapeleiro

9:12 – Obrigação de usar chapéu

10:32 – Corpo laboral da fábrica

11:02 – Emprego nacional

11:39 – Gerência da CNP

12:58 – Quotidiano na fábrica

15:02 – Formação da FEPSA

15:17 – Articulação CNP-FEPSA

16:02 – Economia local e importância da CNP