José Manuel Violante

José Manuel Violante (n.1929) começou a pescar e a mariscar muito novo na Lagoa de Óbidos, com o pai. Sempre trabalhou na Lagoa e foi um dos principais organizadores da Festa da Lagoa. Além da pesca, teve uma taberna, uma mercearia e o restaurante Marisol, que agora está entregue ao seu filho. Destaca a importância de Francisco de Almeida Grandella para o desenvolvimento da Foz do Arelho. Recorda a abundância de peixe na Lagoa de Óbidos, algo que já não se verifica, bem como a diminuição do leito e o assoreamento da mesma. Tem memórias do uso do búzio para convocar as campanhas de pesca. Também chegou a pescar à corda no mar. Considera que a aberta da Lagoa não tem sido feita correctamente, em parte por não ter em conta a sabedoria dos habitantes mais velhos da zona.

0:00 – Actividades na Lagoa

0:35 – Embarcações 

1:15 – Estabelecimentos 

2:01 – Francisco Grandella 

2:29 – Restaurante Marisol 

3:00 – Abundância de peixe na Lagoa 

3:46 – Alterações no leito da Lagoa 

4:52 – Intervenção necessária 

5:27 – Búzio 

6:19 – Campanhas de pesca

8:23 – Construção das embarcações 

9:01 – Instrumentos de pesca 

10:00 – Festa da Lagoa 

12:07 – Gastronomia 

13:19 – Limos e biodiversidade 

15:10 – Dragagens 

15:34 – Aberta da Lagoa 

17:08 – Sabedoria dos idosos 

17:24 – Limpeza da Lagoa 

17:44 – Instrumentos de apanha do marisco