José Correia Reis

José Correia Reis é natural de Escapães, Santa Maria da Feira. O seu pai trabalhou sempre em São João da Madeira e José estudou na Escola Industrial da cidade, à qual sente uma grande ligação. Terminado o curso industrial, começou a trabalhar, como estagiário de torneiro mecânico, na Oliva.
Entre 1971 e 1973 lutou na Guerra Colonial, na Guiné. Regressando, manteve o posto de trabalho na fábrica, como serralheiro.
Em 1975 passou a operador de espectrómetro, fazendo ensaios de areia, de máquinas e químicos. Mais tarde, em 1985, subiu ao posto de encarregado, já na fundição, onde trabalhava com vários tipos de ferro para o fabrico, principalmente, de peças para a indústria automóvel.
Recorda a Oliva como uma boa empregadora, que incentivava os trabalhadores a estudar e oferecia remunerações e regalias acima da média das indústrias da zona.
Fez parte da equipa de futebol da empresa. Entre 1985 e 1997 envolveu-se na vida política, como secretário da Junta de Freguesia de São João da Madeira.

0:00 – Informação biográfica
0:15 – Pai
0:21 – Ligação com São João da Madeira
0:51 – Entrada na Oliva
1:35 – Serviço militar e Guerra Colonial
1:56 – Carreira na Oliva
2:55 – Formação para o posto de encarregado
3:38 – Encarregado na Fundição
3:52 – Vida em São João da Madeira
4:19 – Estágio e entrada na Oliva
5:13 – Estudos
5:53 – Desporto
6:34 – Secção de feitura de ferramentas
11:15 – Torneiras
11:32 – Semana de trabalho e horas extra
11:54 – Remuneração
12:27 – Guerra Colonial e retorno a Portugal
12:57 – Laboratório e espectrómetro
13:51 – Ensaios de areia, máquinas e químicos
15:23 – Pós-25 de Abril de 1974
15:54 – Sindicalismo e alterações no trabalho
17:42 – Junta de Freguesia
18:23 – Trabalho no laboratório e na fundição
24:12 – Distribuição dos trabalhadores por sexo
24:50 – Mecanização
25:15 – Desporto na empresa
27:05 – Regalias oferecidas aos funcionários
27:22 – Crescimento da Oliva
27:40 – Fornos e máquinas
30:19 – Declínio da Oliva
30:40 – Importância da empresa para a cidade
31:37 – Declínio e encerramento da Oliva
32:20 – Retrospetiva