Horácio Sales e Maria de Fátima

Horácio Augusto Sales é natural de Tó, uma população vizinha de Bemposta, onde nasceu Maria Fátima. Horácio começou a trabalhar aos 9 anos, por ter de ajudar a família. Até aí, frequentou a escola primária, tendo concluído a então 3ª classe. Já durante o serviço militar, fez o exame da 4ª classe. O pai de Maria Fátima tinha um moinho, que servia as necessidades da população. Para além disso, também trabalhavam na agricultura. Maria Fátima frequentou a escola primária da aldeia, tendo feito o exame da 4ª classe em Mogadouro. Cumprido o serviço militar, Horácio emigrou para a Alemanha, onde trabalhou no transporte de combustíveis e na construção civil. A sua ida foi bastante dura para Maria Fátima, que ficou na aldeia, a cuidar dos filhos de ambos. Horácio chegou a trabalhar na construção da Barragem da Bemposta e em minas das Astúrias, em Espanha. Recordam a grande intensidade do contrabando entre Portugal e Espanha. Têm memória das duras condições de vida e consideram que a vida se tornou muito mais fácil e saudável ao longo dos anos. Relatam as festas na aldeia que, apesar de diferentes, continuam a ser momentos de grande animação.

0:00 – Informação biográfica (Horácio)

0:36 – Trabalho

0:52 – Escola

0:59 – Família

1:16 – Serviço militar

1:36 – Trabalho

1:40 – Casamento

1:52 – Emigração

4:40 – Habitação na Alemanha

6:04 – Vida na aldeia

7:30 – Contratos na Alemanha

8:44 – Trabalho na aldeia (agricultura)

9:42 – Transportes e mobilidade

10:41 – Alimentação

11:20 – Habitação (Tó)

11:49 – Trabalho para patrões

12:22 – Educação (irmãos)

13:09 – Relação com Espanha

13:27 – Contrabando e Guarda Fiscal

14:20 – Contrabando

15:08 – Guerra Civil de Espanha

17:26 – Construção da Barragem da Bemposta

20:01 – Trabalho ilegal, Salazar e Franco

21:58 – Construção da Barragem da Bemposta

22:51 – Minas das Astúrias

23:37 – Trabalhadores externos (Barragem)

25:00 – Confrontos com a população da aldeia

26:58 – Informação biográfica (Maria Fátima)

27:33 – Moagem e sustento

28:57 – Trabalho (avó)

29:21 – Agricultura

30:08 – Trabalho dos irmãos (Maria Fátima)

30:37 – Emigração (irmãos)

33:23 – Escola

34:21 – Costura

34:52 – Casamento

35:22 – Filhos

36:05 – Emigração (filhos)

37:00 – Emigração (cunhado)

37:46 – Alterações nas condições de vida

38:20 – Vinha

38:54 – Festas tradicionais

39:46 – Chocalheiro

40:09 – Gaiteiros

40:33 – Pauliteiros

41:19 – Encomendação das Almas, Quaresma e Páscoa

43:18 – Agricultura

43:43 – Caça

44:17 – Pesca

45:41 – Vindima e vinha

47:13 – Azeitona e azeite