Carlos Matos da Silva

Carlos Matos da Silva é natural de São João da Madeira e começou a trabalhar em armazéns da indústria de calçado muito novo, com 12 anos. Entrou na Oliva em 1961, como Apontador de várias secções de produção. Descreve ao pormenor as funções do seu cargo.
Formou-se na Escola Industrial de São João da Madeira já a trabalhar na Oliva.
Quando terminou o serviço militar, começou a trabalhar no departamento de Marketing, Relações Públicas e Relações Internacionais. Passados dois anos, começou a trabalhar no departamento de Contabilidade de Custos, que respondia à ITT, já depois da aquisição da empresa.
Carlos conhece e descreve a organização interna da Oliva.
Considera que o declínio da empresa começou em 1974, em consequência da Revolução, sendo o sector das Torneiras o que mais sofreu.
Revê esses anos, no sector da Contabilidade de Custos, como uns dos mais difíceis da sua carreira. Explica, com muito detalhe, o período de dificuldades financeiras e o processo de falência da Oliva.
Em 1986 mudou de empresa e de sector, para a Lorcol, empresa de colas específicas para a produção de calçado. Ficou nesta empresa até se reformar.
Lamenta o percurso que a Oliva tomou, afirmando que a história da empresa é, também, parte da sua história de vida.

0:00 – Informação biográfica
0:22 – Entrada na Oliva
0:38 – Trabalho de apontador
2:41 – Serviço Militar
3:26 – Mudança para o departamento de Marketing, Relações Públicas e Internacionais
4:45 – Mudança para o departamento de Contabilidade e Custos
5:58 – Cálculo de custos
7:38 – Saída da Oliva
8:06 – Inventários e mapas de custos
10:23 – 25 de abril de 1974 e consequências
10:42 – Sector de torneiras – expansão e declínio
15:31 – Grou
17:23 – Mudança para a Lorcol
21:20 – Educação e Escola Industrial
24:07 – Experiência na indústria do calçado
25:15 – Pais
26:31 – Trabalho de apontador
29:44 – Contabilidade e Custos
32:00 – Centro de Cultura e Recreio Oliva
34:21 – Desporto na Oliva
35:27 – Cooperativa de consumo e Cinema
37:07 – Festa de Natal
38:52 – Fabrico de banheiras
41:11 – Fornos
43:43 – Melhoria das condições de trabalho
44:36 – Máquinas de costura
46:26 – Retrospetiva