Aldina Moreira

Aldina Moreira (n. 1947) é natural de Santa Maria da Feira. O seu pai já trabalhava na Cortadoria e a mãe trabalhava numa mercearia familiar.

Recorda os serviços pesados que o pai descrevia na fábrica e considera que a maquinização do trabalho aliviou a carga dos trabalhadores. 

Tal como a mãe, trabalhou na mercearia da família. Recorda o uso das peles, que o pai trazia, como fertilizante para a produção agrícola, uso que ainda hoje mantém.

Recorda a construção do novo edifício da fábrica, tendo participado na cerimónia de início de trabalhos.

Considera a Cortadoria Nacional do Pêlo de enorme importância para a região, por ser um grande empregador para a população, principalmente feminina, da área.

0:00 – Informação biográfica

0:21 – Actividades familiares

0:40 – Trabalho do pai

2:08 – Trabalho na fábrica

2:59 – Trabalho na mercearia

3:32 – Uso das peles na agricultura

5:27 – Construção da nova fábrica

6:38 – Importância da CNP