A carregar...

ENTREVISTAS


Entrevistas:
Francisco Cangueiro e Albina Cangueiro
Data da entrevista:
10-10-2019, Bemposta
Projeto:
Resumo:
Francisco e Albina Cangueiro são naturais da aldeia de Bemposta. Francisco trabalhou como sapateiro, com o pai, até ir para a Guerra Colonial, tendo estado em Angola de 1969 a 1973. Quando voltou, continuou a trabalhar no mesmo ofício, tal como o irmão. Só estudou na tropa, uma vez que, até então, teve de trabalhar para auxiliar a sua família. Albina também trabalhou desde muito cedo, na agricultura e na vindima. Frequentou a escola primária da aldeia, tendo concluído a então 4ª classe. Emigraram ambos para França, já casados, onde Francisco já vivia, em 1974. Francisco foi legalmente, para trabalhar numa fábrica de quadros elétricos. Mais tarde, em Paris, trabalhou na construção civil. Albina passou a fronteira a salto e, chegando a Paris, trabalhou como empregada a dias em várias casas. Regressaram a Portugal passados 22 anos. Têm memória das festas tradicionais da aldeia, principalmente do Carnaval e da Páscoa, e descrevem muito detalhadamente as tradições do chocalheiro e das mordomias.
Ficha Técnica
Filipe Silva Entrevistador
Francisco do Nascimento Cangueiro Entrevistado
Albina Silva Cangueiro Entrevistado

Imóveis

Barragem de Bemposta Património Arquitetónico\Edificado\Civil Memórias de Bemposta
Barragem de Cedillo Património Arquitetónico\Edificado\Civil Memórias da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Tejo-Tajo