A carregar...

ENTREVISTAS


Entrevistas:
Luís Dutschmann
Data da entrevista:
10/10/2016,
Projeto:
Resumo:
Luís Dutschmann, morador do Bairro Azul desde 1941, tem-se dedicado ao registo escrito das memórias da sua infância e do bairro onde cresceu, centradas principalmente na Avenida Ressano Garcia. Recorda o Bairro habitado por uma média-burguesia, onde viviam tanto figuras públicas como vários comerciantes, cuja actividade era muito importante para a vivência do Bairro e servia como pontos de referência e encontro, principalmente durante os anos 1940 e 1950. Lembra vários aspectos da II Guerra Mundial, como os vidros protegidos, as senhas de racionamento, os balões cativos e o fim do conflito, marcado pelo medo de represálias pela ascendência alemã. Em criança, brincava com todas as crianças do Bairro na rua, e frequentou, entre outros, o Colégio Alemão, o Colégio Valsassina, a Escola Oficial de S. Sebastião da Pedreira, o Liceu Camões e o Colégio Moderno, até ir para a Faculdade de Medicina de Lisboa. Ia várias vezes aos cinemas Império, Monumental, Tivoli e S. Jorge, bem como à Feira Popular. Assistiu à construção de novos prédios, da Escola Marquesa de Alorna, e da Mesquita de Lisboa, que ocuparam espaços anteriormente agrícolas e antigas quintas. Recorda, também, o diferente uso dos espaços, principalmente com o fim da II Guerra Mundial e o 25 de Abril, e a construção da Gulbenkian. Trabalhou até aos 55 anos no Hospital de Santa Maria, tendo acompanhado as alterações à sua volta. É actualmente o presidente da Associação Portuguesa de Lúpus. FICHA DE ENTREVISTA Entrevistado: Luís Dutschmann Entrevistador: Luísa Seixas, Sofia Diniz, Ana Alves Sousa Data da entrevista: 10 de outubro de 2016 Edição de vídeo: Ana Francisca Bernardo
Ficha Técnica
Luis Dutschmann [Entrevistado]
Projetos