Vasco Gil

Vasco Gil (Lisboa, 1936) teve contacto com a música muito cedo, através do pai, que era músico. No entanto, sempre teve um gosto especial pela ópera, principalmente pelo tenor Tomás Alcaide.
Estudou no Conservatório de Música e frequentou a Juventude Musical, tendo sido aluno de José Morais Pereira.
A sua estreia como cantor teve lugar no Teatro Nacional de São Carlos, no papel de “Boiardo Krustcioff”, em 1962.
Em 1962 prestou provas de ingresso na Operagezelschap “Forum”, na Holanda, tendo sido contratado.
Cantou no Teatro da Trindade, no Coliseu de Lisboa e no TNSC, onde interpretou papéis nas obras “Rigoletto”, “La Bohème”, “Madama Butterfly” e “A Viúva Alegre”, entre outras, tendo contracenado com cantoras de renome como Lia Altavila, Elizete Bayan ou Elsa Saque.
Foi delegado de informação médica, carreira que conciliou com o canto lírico. A par da Ópera, teve alguns papéis em peças de teatro, no Teatro da Trindade, e fez tournées de canto lírico por todo o país.
Terminou a sua carreira aquando do fim da Companhia Residente do TNSC.

0:00 – Primeiros contactos com a música e a ópera
0:44 – Formação no Conservatório de Música
2:01 – Juventude Musical
2:04 – Teatro da Trindade
2:24 – Carreira internacional
5:00 – Regresso a Portugal – Teatro da Trindade
6:40 – Fernando Serafim
7:22 – “Viúva Alegre”
8:22 – Teatro
9:07 – “Boris Gudonov”
10:12 – Tournées nacionais
11:34 – Óperas preferidas
11:57 – Concertos
13:42 – “Barbeiro de Sevilha”
15:14 – “Gianni Schicchi”
16:41 – Coliseu de Lisboa
18:00 – Fim da carreira
20:01 – Frequência do círculo da ópera de Lisboa
21:45 – Nunzio Todisco
22:29 – Tito Schipa

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

Deixe uma resposta