Ramires Palma Bonito

Ramires Palma Bonito, natural de Castro Marim, é, actualmente, Comandante reformado na Marinha. Participou na Guerra Colonial, em Angola, Moçambique e na Guiné.
Na noite de 24 para 25 de Abril de 1974 era Sargento de Dia da Escola de Fuzileiros, tendo participado no cerco a Lisboa, na zona do Cristo Rei, em que as armas pesadas de Vendas Novas estiveram apontadas à cidade. Após o cerco, participou no assalto e libertação dos presos políticos da Prisão de Caxias, relembrando o enorme número de populares que invadiram a Prisão, cercando e expulsando os guardas da PIDE,
Recorda-se da alegria que se fazia sentir entre os militares durante todo o decorrer da Revolução.
Tem um registo pormenorizado das informações tácticas levadas a cabo pela Escola de Fuzileiros na noite da Revolução.

0:00 – Informação biográfica
0:17 – Participação política
0:30 – Guerra Colonial
0:54 – Participação na Revolução
2:07 – Importância da Revolução
2:25 – Participação na Revolução
3:05 – Ocupação do Forte de Caxias
4:54 – Relato das informações tácticas como Sargento de Dia
22:06 – Assalto à Prisão de Caxias
26:33 – Multidão popular na libertação dos presos políticos
27:44 – Saída dos presos políticos

Deixe uma resposta