Maria Luísa Marques Alves

SINOPSE

Nasceu na Covilhã, em 1948, e um ano mais tarde veio viver para Lisboa, para a Avenida de Roma. Mais tarde, em 1964, mudou-se com os pais para a Rua Tenente Espanca. Frequentou na escola de São Miguel, no bairro com o mesmo nome.
Trabalhou na Avenida 5 de Outubro durante 5 anos. Passou 10 anos em Inglaterra e, aquando do retorno, notou diferenças urbanísticas e sociais na cidade.
Relembra a Maternidade Bem-Saúde, o Carvoeiro, os cafés Suprema, Vavá e Luanda, a perfumaria Anita, e assistiu à substituição das hortas e descampados pelos prédios, que foram sendo construídos.
Frequentou a Feira Popular, agora Fundação Calouste Gulbenkian, e tem memória das atracções e diversões da mesma.
Actualmente, lamenta a falta de segurança e a falta de proximidade entre os moradores do bairro.

FICHA DE ENTREVISTA

Entrevistado: Maria Luísa Marques Alves

Entrevistador: Yvette Santos

Data da entrevista: 15 de abril de 2016

Edição de áudio: Ana Campos

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

Deixe uma resposta