Maria da Glória Viegas

 

SINOPSE

Nasceu e viveu na Rua da Beneficência, em 1953, na casa onde ainda vive. Estudou na Escola Primária da Palma e Arredores, no cimo da Rua da Beneficência, na Escola Marquesa de Alorna e na Escola Ferreira Borges, no Alto de Santo Amaro. Começou por trabalhar na Escola Ferreira Borges, a par dos estudos e, depois, trabalhou nos Serviços da Segurança Social, em várias Avenidas. Assistiu às transformações da toponímia e dos edifícios do Bairro do Rego. Lembra a passagem de Cinema Bélgica a Rock Rendez-Vous, apesar de nunca o ter frequentado, e o aumento da afluência ao bairro que a sua abertura representou.

Lembra-se, também, do comércio no Bairro do Rego, com várias drogarias e mercearias e da transformação que o encerramento da estação de comboio do Rego representou. Nota o envelhecimento e a saída de muitos dos moradores do Bairro. A Gulbenkian é para si um local de passagem e passeio frequente, procurando ir às várias exposições e visitas guiadas, apesar de não ter memória da sua construção.

FICHA DE ENTREVISTA

Entrevistado: Maria da Glória Viegas
Entrevistador: Yvette Santos e Inês Castaño
Edição de som: Ana Francisca Bernardo
Data da entrevista: 15 de abril de 2016

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

barra-de-logos-memoria

Deixar uma resposta