José Marreiros Nunes

SINOPSE

José Marreiros Nunes é natural de Aljezur e veio para Lisboa para estudar Arquitectura na FBA-UL, onde, durante o curso, integrou os movimentos de contestação estudantil, frequentando várias RGA’s e manifestações do 1º de Maio.
Não foi chamado para a Guerra Colonial por ter aproveitamento escolar. Quando foi chamado para o serviço militar, terminaram as mobilizações militares.
Passou o dia 25 de Abril de 1974 na rua, tendo assistido e filmado as movimentações revolucionárias em vários pontos da cidade.
Relembra o primeiro 1º de Maio em democracia, destacando o espírito de liberdade e felicidade.
Considera que a Revolução foi essencial para o desenvolvimento não só do país, mas também da sociedade, destacando a liberdade de expressão e de reunião.

0:00 – Informação biográfica
0:30 – Vinda para Lisboa
1:01 – Participação política
1:36 – Greve aos exames
1:58 – Participação em vários movimentos associativos
2:35 – Guerra Colonial
3:46 – Dia 25 de Abril de 1974
4:14 – Emissora Nacional
4:30 – Largo do Carmo
5:05 – Policiamento no Largo do Carmo
6:20 – Coluna militar: chaimites e tanques
7:08 – Salgueiro Maia
8:56 – Disparos na Rua António Maria Cardoso
10:12 – 1º de Maio
10:40 – Prisão de Caxias
11:58 – Retrospectiva

Deixe uma resposta