Idalécio Soares

Idalécio Baptista Soares, natural do concelho de Olhão, participou na Guerra Colonial, em Angola, integrando o destacamento comandado por Ramalho Eanes. Por ter formação política, antecipava o dia em que o Regime iria cair e, principalmente, em que, a Guerra Colonial acabaria. No entanto, a Revolução de 25 de Abril de 1974 foi, para si, inesperada.
Relembra, no retorno a Portugal, as diferenças causadas pela liberdade, com muros e paredes pintados e músicas revolucionárias a passarem na rádio. Fez questão de participar em manifestações e comícios políticos, de forma a inteirar-se das novidades que aconteciam no país.
Da Revolução, destaca o fim da Guerra Colonial e a liberdade política.

0:00 – Informação biográfica
0:36 – Consciência política
0:55 – Conhecimento da Revolução
1:36 – Funções militares durante a Revolução
2:40 – Emissão do MPLA sobre a Revolução
4:05 – Ramalho Eanes
5:00 – Reação dos militares à Revolução
6:19 – Diferenças em democracia
6:54 – Primeira manifestação em Democracia
8:00 – Ajuntamentos populares no Rossio
8:11 – PREC

Deixe uma resposta