Fernando Serafim

SINOPSE
Fernando Serafim nasceu em Alcobaça em 1933.  Fez o curso de canto no Conservatório Nacional e foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian em Itália, onde estudou técnica vocal. Logo depois foi para a Akademie Mozarteum (Salzburg, Áustria) onde estudou 2 anos, com uma bolsa do Instituto para a Alta Cultura.
A sua carreira como concertista contou com a cumplicidade de Fernando Lopes Graça.
Embora more no bairro de São Miguel só há 8 anos (numa casa da família), refere a manutenção do Bairro, sem grandes alterações, desde que foi construído.
Manteve sempre relações com a zona das Avenidas pelos seus diferentes focos de interesse (Palácio Galveias, Fundação Calouste Gulbenkian, Cinema Quarteto).
Lembra-se de ter dado um concerto com João de Freitas Branco, na Fundação Calouste Gulbenkian, num “barracão” que precedeu a construção do edifício definitivo.
Refere a grande transformação do estatuto dos músicos e cantores, depois do 25 de Abril, com a criação do Sindicato dos Músicos, garantindo uma carreira profissional, que até então não existia, com poder reivindicativo e participativo.
Lembra-se da criação das Companhias do Teatro da Trindade (em 1973), a qual integrou, ainda que conciliasse com o lugar de assistente da Antiga Emissora Nacional (atual RDP).
Integrou em 1976  a primeira companhia residente do Teatro Nacional de São Carlos (em 1976), já com o novo estatuto profissional do músico.
Fez ainda traduções de óperas e deu aulas de canto (atividade que ainda exerce) depois de fazer parte, durante 16 anos, da companhia residente do Teatro Nacional de São Carlos.

FICHA DE ENTREVISTA
Entrevistado: Fernando Serafim
Entrevistador: Inês Castaño e Luisa Seixas
Edição de vídeo: Eduardo Guerra
Data da entrevista: 10 de dezembro de 2015

OUTROS DOCUMENTOS
Conjunto de 8 fotografias de diferentes formatos e datas.

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

barra-de-logos-memoria

Deixe uma resposta