Fernanda Carvalho

SINOPSE
Fernanda Carvalho é natural de Ferreira do Zêzere. Nasceu em casa, uma vez que as maternidades ainda não eram vistas como algo natural. Viveu sempre na zona de Lisboa. Formou-se como Professora, no curso do Magistério Primário, mas trabalhou alguns anos nos escritórios de uma fábrica de borracha no Rossio. Trabalhou, depois, como estagiária de contabilidade no Hospital de Santa Maria e no Centro de Medicina de Reabilitação do Alcoitão. Depois dessas experiências, trabalhou num Centro de Formação Profissional, onde formava veteranos da Guerra Colonial para a sua reintegração profissional.
Recorda as prisões políticas durante a Ditadura, contadas pelo pai, bem como as suas advertências para não falar sobre assuntos sensíveis. Foi, com os pais, às manifestações de apoio ao General Humberto Delgado.
Relembra a Revolução e o 1º de Maio de 1974 como experiências únicas e profundamente felizes.
Nos meses seguintes à Revolução desenrolaram-se processos de saneamento no local de emprego, bem como reuniões constantes da Comissão de Trabalhadores, que considerava desnecessárias e injustas.
Quando se deu o 25 de Novembro de 1974 encontrava-se, com a família, em Tomar, vendo-se a família impedida de voltar a Lisboa devido ao Estado de Sítio.
Vê todo o processo revolucionário como algo muito positivo, apesar das dificuldades que se sentem actualmente.

0:00 – Informação biográfica
0:07 – Nascimentos em casa
0:36 – Formação profissional
0:40 – Vida laboral
1:18 – Precariedade laboral
2:31 – Centro de Formação Profissional
3:31 – 25 de Abril de 1974
4:14 – Saneamentos e Comissão de Trabalhadores
5:19 – 25 de Novembro de 1974
5:48 – Prisões políticas
6:37 – Rádio Portugal Livre
7:24 – Humberto Delgado e eleições de 1958
7:47 – Dificuldades de vida
8:52 – Retenção do pai na Carris
10:33 – Prisão de colegas do pai na Carris
11:08 – Abertura com a Revolução e o 1º de Maio de 1974
11:33 – Retrospectiva
12:43 – Melhoria nas condições laborais
13:21 – Democratização das condições e hierarquias laborais

Deixe uma resposta