Felismina Silva Costa

SINOPSE

Felismina Silva Costa, natural de Santa Luzia, no Alentejo. Não teve participação política institucional, mas teve actividade intelectual, em poesia. A sua vida foi muito marcada pela Guerra Colonial, por ver os amigos a partirem, sem saberem se voltavam, e por ver pais que possivelmente ficariam sem os filhos. Por ser sensível ao assunto, tornou-se Madrinha de Guerra de vários soldados.
Viu a Revolução com muita alegria e esperança, tendo acompanhado os acontecimentos pelos meios de comunicação social.

MINUTAGEM

0:00 – Informação biográfica.
0:49 – Participação política e cívica.
1:21 – Colaboração com a Associação dos Deficientes das Forças Armadas.
1:32 – Marcada pela Guerra Colonial.
2:29 – Foi Madrinha de Guerra.
3:12 – Fiel depositária de vários documentos, incluindo uma notificação enviada pelo Rádio Clube Português na altura do Natal aos pais dos soldados.
3:38 – Memórias da Revolução de 25 de Abril de 1974.
4:09 – Guarda vários jornais da época da Revolução.
4:39 – Irmão mobilizado para a Guerra Colonial aquando da Revolução.
4:47 – Educação sob os ideais de defesa do País e das colónias.

Deixe uma resposta