Ermelinda Casinhas Ferreira

SINOPSE

Ermelinda Casinhas Ferreira nasceu em Aljazede, distrito de Leiria.
Em 1959 mudou-se para Moçambique, com a família. Após a instrução, tornou-se Professora.
Assistiu aos dias seguintes à Revolução ainda nos arredores da actual Maputo, procurando manter a sua vida quotidiana, dentro do possível.
Relembra os conflitos de 7 de Setembro de 1974, com a invasão de então Lourenço Marques. Tem memórias dos assassinatos e das destruições de bens. Com ajuda militar, saiu da cidade com a chegada de tropas portuguesas.
Na sequência dos conflitos de 21 de Outubro, voltou, com a família, para Portugal, para Aljazede, onde sentiu um enorme contraste relativamente às condições de vida.
Considera que a Revolução de 25 de Abril de 1974 foi muito positiva, embora tenha prejudicado muito quem vivia nas ex-colónias. Ermelinda e os seus pais perderam todos os bens que tinham aquando do retorno.

0:00 – Informação biográfica
0:14 – Ida para Moçambique
0:31 – Vida em Moçambique
1:38 – Revolução
3:08 – Retorno a Portugal e perda de bens
3:25 – Conflitos de 7 de Setembro
5:04 – Assassinatos
5:29 – Intervenção militar e fuga
7:04 – Conflitos de 21 de Outubro
7:28 – Retorno a Portugal
8:40 – Integração profissional
9:32 – Retrospectiva sobre a Revolução e o processo de descolonização

Deixe uma resposta