Elsa Saque

Elsa Saque é uma das maiores cantoras líricas do país. Nasceu numa família com grandes ligações à música, tendo ambos os pais estudado canto, e ao Teatro Nacional de São Carlos, onde o avô era elemento de orquestra. É irmã da também cantora lírica Zuleica Saque.
Começou a estudar música aos 4 anos, a aprender piano, ingressando, mais tarde, no Conservatório Nacional, onde se iniciou no canto.
Estreou-se no Teatro da Trindade com um pequeno papel na ópera “Tosca”.
Foi aluna de Arminda Correia, de Tomás Alcaide e de Gino Bechi, que considera essencial para a sua carreira.
Com o início da sua carreira ganhou gosto pela representação, a par do canto, tendo carreira também em música de câmara e em lied.
Estudou, com a irmã, em Palermo e Florença, onde continuou a ser aluna de Gino Bechi.
Pertenceu ao coro da Fundação Calouste Gulbenkian, que integrou muito cedo, antes da idade limite para entrada e no folhetim da peça “Música no Coração”, na Emissora Nacional.
Considera que o Teatro da Trindade foi essencial para a ópera em Portugal e para a importância do TNSC, bem como o trabalho do Dr. Serra Formigal e a formação da Companhia Portuguesa de Ópera.
Sempre deu muita importância à relação com os colegas, que via como uma família alargada.
Quando interrompeu a sua carreira na ópera, dedicou-se à música de câmara e aos recitais.
Deu aulas de canto no Conservatório Nacional na Escola de Linda-a-Velha e na Academia de Música de Santa Cecília, recordando com saudades alguns dos seus alunos. Passou, depois, a dar aulas na Escola Superior de Música de Lisboa.

0:00 – Informação biográfica
1:05 – Formação musical
1:43 – Escolha do canto
3:12 – Companhia Portuguesa de Ópera
4:20 – Ópera “Tosca”
5:05 – Zuleica Saque
5:20 – Estreia no Teatro Nacional de São Carlos
6:35 – “Segredo de Susana”
6:52 – Gino Bechi
8:47 – Gosto pela representação
10:35 – Ensino de Gino Bechi
11:00 – Professores de canto
11:20 – Experiência em Palermo
12:05 – Experiência em Florença
12:15 – Importância de ter poucos Mestres de canto
14:18 – Experiência como professora
14:58 – Coro da FCG
19:09 – Coro da Igreja Evangélica Alemã
19:58 – Dr. Serra Formigal
20:32 – Folhetim da “Música no Coração”
22:51 – Fama na imprensa
23:52 – Estudos em Palermo
24:23 – Opção por não trabalhar no estrangeiro
25:25 – Boa recepção pelos críticos
25:40 – Quotidiano em Palermo
27:41 – Quotidiano em Florença
30:30 – Exigência das aulas de Gino Bechi
31:14 – Teatro da Trindade/Companhia Portuguesa de Ópera e o TNSC
34:34 – Alfredo Kraus
35:10 – Eng. João Pais e direcção do TNSC
37:02 – Precauções ao longo da carreira
37:40 – Papéis preferidos
39:00 – Fim da carreira na ópera
40:00 – Ópera com Franco Corelli
43:39 – Gravação de CD’s
44:00 – Fim da carreira
44:39 – Autores preferidos
45:25 – Relação com colegas
47:46 – Ambiente de trabalho
48:46 – Experiência de ensino
52:38 – Relação das novas gerações com a ópera
53:43 – Mudanças na execução dos espectáculos
54:39 – Necessidade de Companhias de ópera
55:06 – Experiências no estrangeiro
56:58 – Experiências no Porto
57:56 – Cantores do Porto
58:04 – Alimentação e canto lírico
59:22 – Cuidados necessários ao cantor

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional