Albano Roque Pereira

SINOPSE
Albano Roque Pereira era militar aquando da Revolução de 25 de Abril de 1974, ocupando o posto de Segundo Sargento Miliciano.
Esteve na Guerra Colonial de 1969 a 1971, na Guiné-Bissau, um dos palcos mais complicados. Relembra vários episódios marcados por violência e mortes de colegas militares.
Assistiu aos acontecimentos da Revolução em casa, apesar de ser convocado para prestar serviço de prevenção rigorosa na base aérea de Sintra. Assistiu presencialmente, nos dias seguintes, aos trâmites da Revolução, inclusivamente à prisão dos agentes da PIDE.
Recorda alguma violência em Lisboa nos dias que se seguiram à Revolução, devido aos saneamentos e às prisões dos agentes da polícia política, e a quantidade enorme de pessoas que encheram as ruas da Capital.
Quando abandonou a vida militar trabalhou no sector automóvel, tendo vivido as lutas laborais e saneamentos que marcaram os meses seguintes à Revolução.

0:00 – Serviço Militar
1:08 – Mobilização para a Guerra Colonial
1:57 – Alteração de comportamentos militares
3:17 – Episódio de guerra
5:42 – 25 de Abril de 1974
7:53 – Dias seguintes à Revolução
8:22 – Prisão dos agentes da PIDE
11:15 – Violência em Lisboa
11:50 – Largo do Carmo, Chiado e Largo de Camões durante a Revolução
13:15 – Alterações na vida militar
13:14 – Reintegração profissional e lutas laborais após a Revolução

Deixe uma resposta